sábado, maio 01, 2010

[...] mas outra coisa que aprendi nessa vida é que substituições não existem. Nunca dão certo, quer dizer. Então é melhor nem tentar. Sabedoria que só se atinge quando se sofre longamente por um amor. Qual é o primeiro pensamento do sofrido amoroso? É: vou arranjar outro amor, o mais rápido possível. Não funciona pai. Tem o rito de passagem. Tem o luto necessário. Tem todo o aprendizado com a perda.

[Fernanda Young]

E que, por mais incrível que pareça, todos têm o direito de partir.

5 comentários:

agnaldo ribeiro disse...

Olá Cris!

que bom que gostou do texto!

pode publicar, fique a vontade!
bjo.

Juliana Mendes disse...

poxaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa....
adoreiii, é tudo verdade..
e a gente sabe disso..
canso de ouvir aquelas frases..
vc n tem o direito de me deixar aqui...
Mas, apenas nós nos damos o direito de todas as coisas...
ngm é mais superior a nós, do que nós mesmo.!
^^

A.S. disse...

Cris...
Como entendo o teu texto!
Mas tudo acontecerá no tempo certo!...


BeijOOO
AL

Daniel disse...

As partidas são inevitáveis. E temos que nos acostumar e aceitar. Tudo é um ciclo. Tudo muda e se renova.
Beijos

jefhcardoso disse...

Legal isso da Fernanda! Gostei. Existem os ritos.

Cris Teles, que graça o seu comentário no meu O Verbo Blogar!

Obrigado!

Abraço do Jefhcardoso!