domingo, dezembro 06, 2009



Não precisamos ser tão incrivelmente sérios, cobrar tanto de nós, dos outros e da vida, críticos o tempo todo, vendo só o lado mais feio do mundo.
Das pessoas.
Da própria família.
Dos amigos.
Se formos os eternos acusadores, acabaremos com um gosto amargo na boca: o amargor de nossas próprias palavras e sentimentos.
Se não soubermos rir, se tivermos desaprendido como dar uma boa risada, ficaremos com a cara hirta das máscaras das cirurgias exageradas, dos remendos e intervenções para manter ou recuperar a "beleza".
A alma tem suas dores, e para se curar necessita de projetos e afetos.

                                                                         [Lya Luft]

8 comentários:

Jou Jou Balangandã disse...

Ei Cris, bem vinda de volta!
Deixar de levar a vida tão a sério foi uma das minhas metas cumpridas em 2009. Temos que aprender a rir de nós mesmos.
Bjou

Evandro Varella disse...

Bela lição que compartilhou conosco.
Queria, pelo menos as vezes, levar a vida menos a sério... e olha que tenho me esforçado...
Um dia ainda consigo.
Beijos

O Sibarita disse...

Oi moça Cris! E lá eu sou homem de levar a vida muito a sério? Sou não fia! kkkkkkkkkkkkkk

A Lya diz tudo nesse texto, é isso mesmo, faça fé! Alias, baianos são assim nada a sério, oi que maravilha! kkkkkkk

E a chuva menina? Que situação dos nossos irmãos mineiros, oremos e compartilhemos esse momento de dor pelo qual vem passando.

Que bom você de volta!

bjs
O Sibarita

Daniel disse...

Concordo Cris com sua postagem.

O mundo já é cruel demais. Isso é verdade. mas temos tb que valorizar o que acontece de bom entre nós todos os dias e sempre buscarmos o melhor. É como sempre falo, se cada um fizesse sua parte seria só alegria.

Beijos

Luna Gandra # disse...

Nossa, adorei. Vou copiar pra mim !

Hosana Lemos disse...

esse texto disse tudo, sem nada a acrescentar!
adorei demais
*-*


bjus

Aline disse...

Nossa a Lya Luft é realmente muito boa, lindo esse trecho e completamente verdadeiro.
Adorei essa postagem, muito boa.

Beeijos.

O Sibarita disse...

ô dona mocinha, não vai postar mais não é? Estamos com saudades... kkkk

bjs
O Sibarita